Sem categoria

Preciso ser fluente em inglês, e agora?

Olá pessoal!

A dica de hoje não é de um lugar especifico para viajar, mas sim sobre um idioma que pode te ajudar em diversas viagens, o inglês.

20170303_falaringles_materia

Nós sabemos que inglês é uma das línguas mais faladas no mundo.

Aqui no Brasil aprendemos o idioma desde o quinto ano (pelo menos nas escolas públicas que conheço), mas vamos combinar, que o ensino não é dos melhores e passamos quase 8 anos com os professores todo ano querendo nos ensinar somente o verbo to be (I am, you are, he/she/it is, we are, they are), mas para chegar a fluência, vai muito além disso não é?

Eu confesso que já tentei várias escolas de idiomas, e consegui ficar no máximo 1 ano estudando. Me apavora ter que ficar enfurnada em uma sala de aula, acompanhando padrões. Pode ser que para alguns funcione, mas eu não consigo e acho que muita gente se identifica com isso. Mas realmente o inglês é “um mal necessário”.

Esses dias meio que acordei para a vida sobre esse idioma, nessa área relacionada a viagens, é essencial dominarmos o inglês, ele não pode ser uma barreira para conhecermos as belas paisagens do mundo, para se comunicar com os nativos, mesmo que a gente pareça um chinês falando “Pastel custa tlêis leal”. Então resolvi voltar a aprender sozinha, o que pra mim é muito mais fácil do que em grupo.

O mais legal é que todos os métodos que utilizo são gratuitos e eu estou gostando muito. Nesses tempos de crise, a falta de dinheiro não pode ser um empecilho para a capacitação das pessoas, então eu sempre procuro formas gratuitas de estudo.

Aqui ficam as dicas, se assim como eu, vocês tem dificuldade em aprender em sala de aula, ou atualmente estão sem dinheiro e até mesmo se tem algum bloqueio/vergonha de falar em inglês.

1- Não tenha vergonha

vergQuando estamos aprendendo um idioma vamos errar, isso é óbvio, não faz parte do nosso dia a dia, temos que errar pra aprender. Então arrisque. Grave você falando, converse com amigos que já tenham certo conhecimento, faça parte de grupos em redes sociais e fale com estrangeiros. Vocês já prestaram atenção em americanos tentando falar português? Eles tem muita dificuldade, mas tentam, mesmo falando errado. Nossa língua é uma das mais difíceis e somos fluentes nela, o inglês gramaticalmente é muito mais fácil.

Olhem o verbo amar conjugado no presente do indicativo em português: Eu amo, Tu amas, Ele ama, Nós amamos, Vós amais, Eles amam. Agora vejam no inglês: I love, You love, He/She/It loves, We love, They love. Viu só como tem muito mais variação em português? é tudo questão de prática.

2 – Inclua o inglês no seu dia a dia.

downloadMesmo que você vá duas vezes por semana em cursos de inglês, não ficará fluente se não praticar. Atualmente estou tentando fazer esse idioma estar presente pelo menos 2 horas do meu dia todo dia, mesmo trabalhando das 08:00 h as 18:00 e estudando das 19:00 as 22:30.  Mas como fazer isso?

  • Ouça músicas em inglês e entenda o que elas dizem. Na primeira vez simplesmente ouça a música, depois acompanhe ela com a letra em inglês, quando estiver acostumado com a pronúncia acompanhe ela com a tradução e comece a entender cada palavra, pode parecer difícil, mas com o tempo estará entendendo o que ela quer dizer e até cantando junto. Uma dica: KC and Sunshine Band – Please don’t go. Ela tem letra curta e poucas palavras.
  • Fica aqui o link do youtube (https://www.youtube.com/watch?v=ikJony6h_tQ&feature=youtu.be)
  • Ouça Podcasts em inglês ou sobre inglês. Mesmo que a principio você não entenda, tem que treinar seu “listening”. Tem que se familiarizar com a pronuncia e suas peculiaridades. Minha dica é “Inglês todos os Dias do Tim Barret”. Tem lições de diárias que duram no máximo 15 minutos e mais conteúdo extra no site deles (www.domineingles.com.br).

maxresdefault3 – Aulas de inglês gratuitas no canal do Kevin Porter.

Ele é americano e posta aulas diariamente, tem a opção de curso completo , porém essa opção é paga, pois é um curso bem intensivo, onde você recebe todo o material e vai estudando de acordo como seu tempo. Mas eu, por enquanto estou acompanhando os videos gratuitos que estão sendo bem esclarecedores.

Aqui o link de uma das aulas https://www.youtube.com/watch?v=tRU_oV0lKqY#t=132.872256.

motivac3a7c3a3o-mudanc3a7a-esforc3a7o-vitc3b3ria4 – Dedicação

Tudo que nos propomos a fazer deve haver dedicação. Se você realmente tiver força de vontade vai conseguir.  A internet hoje nos dá um leque enorme opções de aprendizado, se soubermos usar. É só ter força de vontade.

Espero que tenham gostado das dicas.

Se esse método dá certo, hoje não sei informar, o que sei é que pelo tempo tempo que estou usando, houve evolução, mas creio que tudo que nos empenhamos não tem como dar errado. Vou continuar aplicando essas dicas em minha vida e daqui 6 meses e prometo que volto para dizer sobre a evolução.

Deixo aqui a dica de um guia de conversação em inglês para quem tiver interesse. O preço é bem bacana e ajuda muito 😉

Capturar

Good estudies =)

IMG_3202

Nas redes 💻

Instagram: @ondecevailoko

Facebook: @ondecevailoko

Mochila Brasil: Onde Cê Vai Loko

24 thoughts on “Preciso ser fluente em inglês, e agora?”

    1. Com certeza! É um idioma que abre portas. E precisamos nos atualizar, ainda mais pra quem vive nesse mundo de turismo, viagens, é útil por demais. E claro, o inglês é útil para todos.

      Curtido por 1 pessoa

  1. Adorei as dicas. E hoje em dia praticamente todas as profissões exigem inglês, nem que seja o básico. Já tentei fazer curso e tbm desisti, pq não conseguia de jeito nenhum, parecia que todo mundo sabia já falar horrores e eu ali boiando sempre. Quero muito aprender, sei o básico do básico, um dia chego lá rs!

    Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu acho suas dicas válidas para todos. Eu mesma fiz curso muito tempo, mas quando quero melhorar meu inglês, lembrar coisas, procuro cursos online, vejo músicas. São dicas ótimas. Beijos

    Curtir

  3. Amei esse post, eu estou ingressando na carreira de modelo e há uma cobrança em cima da gente em saber ingles. Amei as dicas, vou passar a fazer isso. Nossa, pior que a gente passa 8 anos aprendendo o verbo to be e nem sabe direito kkkk, na minha antiga escola, eu optei pelo frances, só que é engraçado pq a gente aprendia tanta coisa, cultura, língua, gramática, tudo, é bem dificil esquecer o que aprendi de frances. Concordo com o que vc disse, devemos incluir a lingua no nosso dia a dia, fica bem mais fácil aprender! Eu uso um app: Duolinguo, é mara! Vc sabe outros? XOXO, Kakau

    Curtido por 1 pessoa

  4. Exatamente, um mal necessário mesmo, principalmente para quem ainda pretende se destacar no mercado de trabalho. Sou tipo assim que nem você mas agora estou numa versão “tudo ou nada” e estou levando com afinco meu curso. Determinação! bjs

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s